Marca do Crea-AC para impressão
Disponível em <https://creaac.org.br/crea-ac-participa-do-lancamento-e-capacitacao-do-programa-de-extensao-mulheres-na-amazonia/>.
Acesso em 23/04/2024 às 09h10.

Crea-AC participa do lançamento e capacitação do Programa de Extensão Mulheres na Amazônia

9 de fevereiro de 2023, às 19h28 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

A presidente do Crea-AC, eng. civ. Carmem Nardino, juntamente com a conselheira e coordenadora do Programa Mulher Lya Beiruth, participaram do lançamento do programa de extensão Mulheres da Amazônia, que visa à promoção da educação popular por meio de extensão universitária, com oferta de oficinas nos 22 municípios do Acre. A solenidade ocorreu na sexta-feira, 3, no auditório Auton Perez, no Centro de Convenções, campus-sede, com participação de representantes de instituições governamentais e da sociedade civil organizada.

Os recursos que viabilizam o programa são de emenda parlamentar do ex-deputado e professor da Ufac, Leo de Brito (PT-AC). O programa pretende atingir diretamente cerca de 5 mil pessoas, ofertando oficinas para os Conselhos Municipais dos Direitos da Mulher, organismos municipais de políticas para as mulheres e redes de atendimento a mulheres em situação de violência em todas as cidades do Acre.

A reitora da Ufac, Guida Aquino, classificou a iniciativa como de extrema importância para promoção de políticas públicas voltadas às mulheres. “Principalmente no que se refere à violência contra a mulher e à gravidez não planejada na adolescência”, disse. “Estamos incluindo outros temas que contemplem as mulheres indígenas, negras e as transexuais.”

Segundo a coordenadora do programa, Fabiana Nogueira Chaves, será uma oportunidade para aplicar o conhecimento produzido através de pesquisas na área em políticas públicas de educação. “Vamos trabalhar com educação popular, com a sociedade, para tentar mudar a visão e os paradigmas que fazem com que as mulheres estejam em situação de violência não só material, física, mas também simbólica, que está na base e faz com que o Acre seja o Estado que mais mata mulheres no Brasil”, comentou.

Ufac lança programa de extensão Mulheres da Amazônia

A secretária estadual Adjunta da Mulher, Márdhia el-Shawwa, exaltou a parceria entre a Ufac e o governo do Acre para levar capacitação aos municípios acreanos e fortalecer as redes de atendimento de mulheres vítimas de violência. “Sabemos que se a rede não estiver funcionando, que é quem está na ponta, essas mulheres não tendo esse atendimento, esse apoio, elas não vão conseguir romper esse ciclo de violência. Por isso é tão importante essas capacitações constantes”, opinou.

Inicio da Capacitação

Na manhã da quinta-feira, 9, teve início a capacitação do Programa de Extensão Mulheres da Amazônia, o primeiro município contemplado foi Porto Acre, que recebeu a palestra das técnicas da Seamd, Neuda Muniz e Joelda Pais, e da coordenadora do Programa de Extensão Mulheres da Amazônia pela Pró-reitoria de Extensão e Cultura da Ufac, Dra. Fabiana Nogueira.

Representando o Crea-AC, estiveram presentes os conselheiros Fernando Souza e conselheira e coordenadora do Programa Mulher do Crea-AC, eng agrª. Lya Januária V. Beiruth e a presidente Carmem Nardino.

Conselheiros Fernando Souza, a presidente Carmem Nardino, e a e conselheira e coordenadora do Programa Mulher do Crea-AC, eng agr. Lya Januária Beiruth.  Durante capacitação dro programa. Foto: Franklin Costa/Seamd

 

“Essa é a primeira vez que a Ufac é protagonista de uma ação de educação popular em combate à violência contra a mulher nos 22 municípios do estado. E isso se deve muito à sensibilidade de nossa reitora, Guida Aquino, e nosso pró-reitor de Extensão, Carlos de Moraes, mostrando a importância de ter mulheres e homens sensíveis à causa em posições de poder. Estamos muito felizes em realizar essa primeira oficina em Porto Acre e sabemos que a parceria com a Secretaria Adjunta da Mulher foi essencial para isso”, afirmou Fabiana Nogueira.

O projeto visa capacitar representantes das instituições de proteção à mulher, como: Organismos Municipais de Políticas para as Mulheres, Conselhos Municipais dos Direitos da Mulher e a Rede de Atendimento às Mulheres em situação de Violência.


Estamos online das 7:30h às 13:30h!