Marca do Crea-AC para impressão
Disponível em <https://creaac.org.br/comitiva-do-crea-ac-na-78a-soea/>.
Acesso em 01/03/2024 às 09h15.

Comitiva do Crea-AC na 78ª Soea

12 de agosto de 2023, às 17h09 - Tempo de leitura aproximado: 4 minutos

A segunda semana de agosto foi histórica para os profissionais da Engenharia, Agronomia e Geociências. Com a realização do maior evento da América Latina da área, realizado pelo Sistema Confea/Crea e Mútua. A 78ª edição da Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) reuniu cerca de cinco mil pessoas, entre profissionais, lideranças, autoridades nacionais e internacionais que lotaram o Centro de Convenções Serra Park. No ano em que o Sistema Confea/Crea completa nove décadas, o tema da semana foi:

Estande e Comitiva do Crea-AC 
A comitiva do Crea-AC foi formada por expositores, colaboradores, fiscais, inspetores, conselheiros,, ex-presidentes, convidados e a presidente.  No estande o que se viu foi a representatividade dos programas Crea Qualifica e Crea Fiscaliza do Crea-AC e os brasões de 45 anos, alusivos aos 45 anos de história do Crea-AC. Em exposição o Conselho levou um pouco do que é produzido e manufaturado pelo Agronegócio Acreano. Foram expostos produtos das empresas patrocinadoras como: Biscoitos de Cruzeiro do Sul, Produtos Miragina, Cooperacre, e as Geleias de Casa.

Segundo a chefe de gabinete e responsável pela exposição dos produtos e estande do Crea-AC, é sempre prazeroso poder mostrar o que o Acre tem de melhor, principalmente oriundo do Agronegócio. “Poder expor o que o Acre tem numa feira onde todos os estados estão participando é nos colocar no mapa do Agronegócio, é mostrar que o Acre existe!”, comentou Adriana Saraiva.

Láurea ao Mérito do Confea

Uma parte do destaque da comitiva acreana foram os ilustres homenageados com a prestigiada Láurea ao Mérito, concedida pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea). Esta honraria reconhece a relevância e a trajetória notável desses profissionais que, ao longo de suas carreiras, contribuíram significativamente para o avanço e o desenvolvimento dessas áreas no estado e no país.

 

José de Ribamar Torres da Silva: Um Legado em Agronomia

José de Ribamar Torres da Silva, Engenheiro Agrônomo, é um exemplo inspirador para os colegas de profissão. Graduado pela Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) em 1977, ele traz consigo uma vasta bagagem acadêmica e de experiência. Além de sua formação inicial, José de Ribamar se especializou em Heveicultura pela Faculdade de Ciências Agrárias do Pará (FCAP) em 1978 e em Aerofotogrametria aplicada a estudos ambientais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) em 1986. Seus feitos acadêmicos incluem um mestrado em Agronomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 1986 e um doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) em 1999. Sua dedicação à pesquisa e à educação se destaca como um farol para as gerações vindouras.

José da Silva foi representado na solenidade do Mérito pelo seu filho Thalys Beiruth Silva que falou sobre a importância de seu pai no meio acadêmico. “Educação abre portas”, reflete Thalys. “Ver meu pai no laboratório, a pontualidade, a entrega, a interação e a parceria entre ele e os alunos fizeram com que eu me tornasse um profissional dedicado, são pontos que me inspiram até hoje”, continua. “Conhecimento é legado”.

 

 

Evandro Orfanó Figueiredo: Trajetória Exemplar em Engenharia Agronômica

Evandro Orfanó Figueiredo, também Engenheiro Agrônomo, demonstrou excelência e comprometimento ao longo de sua carreira. Sua jornada acadêmica começou na Universidade Federal do Acre (UFAC), onde se formou em 1992. Sua busca incessante pelo conhecimento o levou a diversas especializações, incluindo Planejamento e Administração Florestal pela Universidade Federal de Lavras (UFLA) em 1998 e Engenharia de Produção e Marketing para Gestão Empresarial pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2001. Sua expertise foi consolidada com um mestrado em Engenharia Florestal e Florestas de Produção pela UFLA em 2005, e posteriormente com um doutorado em Ciência de Florestas Tropicais e Manejo Florestal pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) em 2014. Evandro Orfanó Figueiredo é um exemplo de perseverança e busca contínua pelo aprimoramento profissional.

 

O reconhecimento desses dois profissionais com a Láurea ao Mérito do Confea é um testemunho de seu empenho, competência e impacto positivo nas áreas de engenharia e agronomia. Suas trajetórias inspiradoras destacam o compromisso de diversos profissionais acreanos em elevar os padrões dessas disciplinas e contribuir para o desenvolvimento sustentável da região e do país como um todo. Nós, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Acre (Crea-AC), nos orgulhamos de contar com esses profissionais em nosso quadro e celebramos suas conquistas durante esta edição da SOEA. Parabenizamos José de Ribamar Torres da Silva e Evandro Orfanó Figueiredo pelo merecido reconhecimento e honra que trazem ao nosso estado.


Estamos online das 7:30h às 13:30h!